03/05/2015

Adaptação em um relacionamento

Couple Love

Olá, pessoas!
Venho hoje com uma pergunta para vocês: de onde vocês tiram paciência para começar um novo relacionamento?
Um namoro, pra mim, é algo que dura muito tempo, acima de 4 meses pelo menos, né? Por favor.
E durante esse tempo, você se acostuma com quem está ao seu lado. Seu parceiro conhece desde todas as suas manias até suas roupas íntimas, sabe dos seus segredos e piores medos, maiores objetivos e acompanha suas falhas e vitórias. Você constrói uma história com a pessoa, se apega muito e de repente, tudo acaba!
Honestamente, eu não tenho mais paciência de começar a fase de adaptação toda de novo. Bate uma preguiça só de pensar! Imagina, você ter que se estressar com coisas que a outra pessoa faz porque ela não te entende, não sabe como é seu pensamento. Ter que enfrentar inúmeras decepções porque você provavelmente está com um idiota... Talvez você tenha paciência para esperar ele se adaptar à você, mas se não, você vai terminar e partir pra outra e depois outra e outra. Poxa, isso cansa! Sou uma sedentária das ligações sociais, me desculpem.
Não me adapto muito bem ao pensamento de hoje em dia, de "ficar" com um monte de gente. Sempre fui uma pessoa que nunca foi carente nessa parte, não necessito de beijos e sexo sempre. Se eu tenho, como é o caso, um namorado, gosto de tê-lo do meu lado, gosto da companhia. Porque, ele é meu namorado! Se eu não gostasse, não estaria com ele, certo? O que eu estou tentando dizer é que, gosto de ter meu porto-seguro, alguém para quem eu possa voltar e contar sempre, em quem eu possa confiar. E esses sentimentos a gente (eu, particularmente) só tem quando passa um bom tempo com alguém, conhece essa pessoa a fundo e não apenas passa o olho e diz que conhece, quando na verdade, às vezes, nem o nome completo sabe.


Gravei um vídeo muito mal gravado (kkk) falando sobre isso, por isso escrevi sobre meu ponto de vista. Eu estava meio elétrica e acabei não falando direito por causa de umas barras que eu estou tendo que enfrentar.


Beijos!