26/05/2015

Noite no hospital


Olá, pessoas!
Mal dormi essa noite. Umas oito da noite passada comecei a sentir muita dor de cabeça e no corpo, vomitei e fiquei ainda mais fraca; estava com calafrios, tomei novalgina, estava com um pouco de febre e fui deitar umas nove horas.
Minha mãe me ligou e ficamos conversando até um pouco depois das dez, quando ela desligou eu estava quase dormindo. O problema é que eu não conseguia dormir de tanta dor e mal me mexia na cama.
Consegui, finalmente, dormir. Para mim já havia passado uma eternidade quando acordei suando frio, com a garganta muito seca, levantei para beber água e olhei no relógio: 00:56. Mal acreditei!
Voltei a deitar, não conseguia dormir, agora por estar com muito frio, me cobrir e começar a suar demais! Levantei de novo às duas e pouco e meu tio (que também está meio zoado como eu, só que bem menos) disse que não estava conseguindo dormir também e disse pra irmos para o hospital. Acordamos meus avós e fomos. O médico disse que minha hiper dor de cabeça, dor no tórax, febre e fraqueza é enxaqueca, me mandou tomar uma injeção/soro na veia (meu tio também foi tomar). A enfermeira disse que eu ficaria uns quarenta minutos lá, fiquei mais de uma hora e meia enquanto meu tio saiu em meia hora. Eu apaguei, pois estavam injetando dramin e novalgina no meu corpo. Fiquei meio tonta, minha vista escureceu quando estava indo embora e achei que ia desmaiar, mas fiquei quieta por um tempo e passou. Chegamos em casa e eu estava com muita fome, comi alguns biscoitos e fui dormir; acordei onze e pouco e depois duas e pouco.
Ainda estou bem fraca, nem abro uma garrafa pet e me esforço pra ficar em pé, minha cabeça ainda dói um pouco, mas agora consigo ficar com os olhos abertos, pelo ao menos.

Bem, esse foi o resumo deste último dia.
Beijos!